Sábados das 9h às 12h - 4º andar
Dias:
  • 23/02 - Aprendizagem
  • 16/03 - Pensamento
  • 30/03 - Subjetividade e corpo
  • 13/04 - Desejo e esquizoanálise
  • 11/05 - Aplicações didáticas
Prof. Ms. Rubens Antônio Gurgel Vieira
Discutir e refletir a Educação Física escolar como componente curricular da Educação Brasileira, além da Educação Física Educacional não formal (existente em ONGs, Associações, Instituições sociais, Centros Esportivos etc.). Pensar a escola; dar maior subsídio ao futuro professor da escola (além das disciplinas do currículo). Refletir sobre outros espaços onde a Educação Física pode servir como ferramenta de transformação social.
Encontros quinzenais para discussão de textos relevantes para a linha teórica e produção de textos e projetos sociais inspirados pelas reflexões alavancadas nos encontros. O mesmo texto é discutido em dois encontros, pois isto facilita a imersão nas ideias do autor e a possibilidade de retomada após pesquisas e debates do primeiro encontro. Os textos devem ser de fácil acesso e enviados em versão digital para todos os participantes do grupo de forma prévia ao encontro, possibilitando a leitura anterior e anotações. Os autores a serem debatidos são definidos a cada semestre pelos docentes responsáveis, a partir das indicações, críticas, sugestões e encaminhamentos dos alunos participantes do grupo de estudos. Os autores do semestre devem estar conectados por um tema, um guia mestre que organiza os debates visando um sentido e direção para a produção do grupo. A duração de cada encontro é de uma hora e meia, se possível, ou ao menos uma hora.
Para a produção de textos, adotaremos as seguintes estratégias: os alunos e docentes participantes do grupo compartilham via grupo de e-mails ideias para projetos científicos, e para que os outros possam contribuir com críticas e sugestões (ideia de produção coletiva); é estabelecido para o grupo um calendário acadêmico com todos os eventos do ano que o grupo participará, para que todos possam submeter textos (ideia de participação na comunidade científica); ao final do ano o grupo organiza um encontro para socializar os textos e reflexões produzidos, aberto para a comunidade científica (ideia de extensão universitária); ao final de cada semestre os participantes do grupo (docentes e discentes) devem sistematizar o conhecimento produzido (de forma individual ou coletiva, que pode ser o grupo todo ou pequenos grupos) para socializar em artigos científicos ou, sendo otimista para o futuro, obras acadêmicas; é criado um blog ou página na rede para discussões online, postagem dos artigos publicados, e divulgação dos propósitos, ideais e produção do grupo.

Blog do Grupo de Estudos em Pedagogia da Educação Física FEFISO
Canal no Youtube

OLIVEIRA, E. J.; OLIVEIRA, G. A. P.; LOPES, P. H. O.; VIEIRA, R. A. G. Aprendizagem inventiva como resistência: por uma educação não fascista. Trabalho apresentado no VII Seminário de Pesquisa e VI Encontro de Egressos do PPGEd-So Ufscar.

FONTAO, L. ; GURGEL, R. HIP HOP: movimento cultural que movimenta a educação física escolar. REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, v. 1, p. 44-54, 2017.

VIEIRA, R. A. G.; BONETTO, P. X. R. Aprendizagem inventiva na educação física escolar. Apresentação Oral CONBRACE 2019.

BONETTO, P. X. R; VIEIRA, R. A. G. O que pode o pós-estruturalismos na educação física escolar? Apresentação Oral CONBRACE 2019.

OLIVEIRA, E. J. Os currículos da Educação Física e a aprendizagem inventiva: recorte de uma escola de Sorocaba/SP. Pôster CONBRACE 2019.

CAMARGO, M. K. S. A emergência de uma nova episteme e o ensino superior de educação física. Pôster CONBRACE 2019.

GOES, J. P. PINHEIRO, R. A. A representação do(a) Professor(a) de Educação Física: imagens disponibilizadas nos websites das licenciaturas de universidades brasileiras, Formação Docente, Belo Horizonte, v.11, n.21, p.137-148, maio/agosto 2019.

FARIA, A. S.; VIEIRA, R. A. G. Mas isso também é futebol? Alguns pontos de vista sobre o esporte/brincadeira que para o país. Cadernos de Formação RBCE, p.34-46, set. 2018.

GOES, J. P. FURQUIM, A. A.; VIEIRA, R. A. G. A representação do(a) professor(a) de Educação Física: uma análise das imagens disponibilizadas pelas páginas das graduações em licenciatura das universidades brasileiras. Trabalho aceito no 8º Seminário Brasileiro de Estudos Culturais/5º Seminário Internacional de Estudos Culturais, junho 2019.

OLIVEIRA, E. J.; MELO, P. C. R. Identidade(s) do(a) licenciado(a) em Educação Física: uma análise das grades curriculares do Brasil, México e Uruguai. Trabalho aceito no 8º Seminário Brasileiro de Estudos Culturais/5º Seminário Internacional de Estudos Culturais, junho 2019.

LOPES, J. P. G.; CAMARGO, M. K. S. Educação Física Escolar, Corpo e Educação: debates sobre gênero e sexualidade. Rev. Bras. Educ. Fís. Escolar Ano IV, V. 2 – Nov. 2018 .

LOPES, J. P. G.; VIEIRA, R. A. G. Cultura e Educação Física - uma relação com os Estudos Culturais. Novas Edições Acadêmicas, 2018.

Produção do Grupo, Declaração - Isto não é um manifesto!

CAMARGO, Monique. Práticas discursivas: mulher e o esporte. Trabalho apresentado ao III Congresso Bienal da Associação Latina de Filosofia do Esporte. Maio/2018.

GOES, J. P. Grupos de Discussão: uma possibilidade metodológica. Ensaios pedagógicos. (Sorocaba), vol.2, n.1, jan./abr. 2018, p.34-44.

GURGEL, R. Relação entre técnica e criação no ensino de lutas. Trabalho apresentado ao III Congresso Bienal da Associação Latina de Filosofia do Esporte. FEF-USP, Maio/2018.

GURGEL, R. Uma discussão acerca da pedagogia sem sujeito como alternativa à pedagogia da identidade. Trabalho apresentado no IV Seminário Pensar de Otro Modo. Colômbia, Maio/2018.

GURGEL, R. A discussion of subjectless pedagogy as an alternative to identity pedagogy. Trabalho apresentado na 11th Deleuze and Guattari Conference. Unicamp, Junho/2018.

GURGEL, R. Relation between technique and creation in the teaching of struggles. Trabalho apresentado na 11th Deleuze and Guattari Conference. Unicamp, Junho/2018.

GURGEL, R.; BORGES, C.; MELO, V. Currículo(S), Dispositivo(S), Identidade(S), Subjetividade(S). Trabalho apresentado ao VII Seminário de Educação Física. São Paulo, Faculdade de Educação, Julho 2018.

MELO, V. “Extra! Extra! Extra! O futebol não veio da Inglaterra!” As práticas corporais com bola e a descolonização do currículo. Trabalho apresentado ao VII Seminário de Educação Física. São Paulo, Faculdade de Educação, Julho 2018.

MORISHITA, C. GURGEL, R.; Verdade e Subjetividade nas Redes Sociais. Trabalho apresentado no IV Seminário Pensar de Otro Modo. Colômbia, Maio/2018.

CARRETERO, W.; SILVA, W. S. Jogos Olímpicos 2016 no Brasil, 2016

CARRETERO, W.; SILVA, W. S. Lutas Diversificadas para a Diversidade da Educação Física Escolar, 2016

CARRETERO, W.; SILVA, W. S. Esportes radicais e urbanos: Parkour e Skate, 2016

BORGES, C. C. de O.; GURGEL, R.; MELO, V. C. de. Pensar a contemporaneidade de outros modos: contribuições da perspectiva foucaultiana e Deleuze-guattariana. Polêm!ca, v. 17, n.3, p. 38-59, julho, agosto e setembro 2017.

BORGES, C. C. de O. Políticas de Currículo da Educação Física e a Constituição dos Sujeitos. Revista Movimento, Porto Alegre, v. 23, n. 3., p. 841-854, jul./set. de 2017.

BORGES, C. C. de O.; MARIA, V. L. Circulação de Saberes Psi e Controle das Condutas em Currículos da Educação Física. Educação em Revista, v. 33, 2017.

CAMARGO, M. K. S. de. Tecnologia-Educação: Conflitos Geracionais na Formação em Educação Física. Trabalho oral apresentado no VII Fórum de Pós-graduação em Ciências do Esporte/IV Fórum de Pesquisadores das Subáreas Sociocultural e Pedagógica da Educação Física, 2017.

GURGEL, R. O ensino de lutas na educação física - relações e hibridizações entre campo escolar e não escolar. Trabalho oral apresentado no VII Fórum de Pós-graduação em Ciências do Esporte/IV Fórum de Pesquisadores das Subáreas Sociocultural e Pedagógica da Educação Física, 2017.

MELO, V. C. de.; NEIRA, M. G. Meu jogo, minhas regras: desconstruindo a mercadorização do brincar de pega-varetas. Cadernos de Formação RBCE, p.9-20, março 2017.

SEVERINO, C. E. da C. Aplicabilidade dos Parâmetros Curriculares Nacionais da Educação Física no Ensino Médio. Trabalho oral apresentado no VII Fórum de Pós-graduação em Ciências do Esporte/IV Fórum de Pesquisadores das Subáreas Sociocultural e Pedagógica da Educação Física, 2017.

SILVA, V. de A. Jogos Eletrônicos e Cultura Corporal. Trabalho oral apresentado no VII Fórum de Pós-graduação em Ciências do Esporte/IV Fórum de Pesquisadores das Subáreas Sociocultural e Pedagógica da Educação Física, 2017.

CAMARGO, Monique. A Relação Tecnologia-Educação Nas Gerações Y & Z Dentro Da Educação Física. Trabalho de Iniciação Científica. Faculdade de Educação Física da ACM-Sorocaba, 2017

CAMARGO, Monique; VIEIRA, Rubens Antonio Gurgel. A Relação Tecnologia-Educação nas gerações Y & Z dentro da Educação Física

FERNANDES, Beatriz Andréa. A influência das brincadeiras cantadas na socialização das crianças de 3 a 5 anos na educação física infantil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, (São Paulo) 2015 Dez;29 Suplemento 9:R.23-R.38, página 30.

FONTÃO, Leandro; VIEIRA, Rubens Antonio Gurgel Vieira. Hip Hop: movimento cultural que movimenta a Educação Física Escolar. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, (São Paulo) 2015 Dez;29 Suplemento 9:R.23-R.38, página 19.

LOPES, João Pedro Góes; VIEIRA, Rubens Antonio Gurgel Vieira. Educação Física Líquido Moderna. Biomotriz, v.11, n.11, Abril/2017.

LOPES, João Pedro Goes. Educação Física Brasileira: Uma perspectiva Líquido-Moderna.

LOPES, J. P. G.; VIEIRA, R. A. G. Cultura e Educação Física Escolar. Rebescolar - Revista Brasileira de Educação Física Escolar, a.II, v.1, julho 2016.

MARTINEZ JUNIOR, M. Paulo Freire e o Currículo Cultural da Educação Física. Trabalho de conclusão de curso de especialização em Educação Física Escolar apresentado à FEFISO, 2015.

PANISE, Francine Jacquier; RODRIGUES, Ernani Quintino. Um olhar sobre a Cultura Corporal na Educação Infantil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, (São Paulo) 2015 Dez;29 Suplemento 9:R.23-R.38, página 32.

SILVA JUNIOR, J. V. da. Educação e Neoliberalismo, em busca de uma alternativa. Trabalho de conclusão de curso de graduação em Licenciatura em Educação Física apresentado à FEFISO, 2015.

SOUZA, T. Educação Física Escolar Construída sobre o Currículo Cultural. Trabalho de conclusão de curso de especialização em Educação Física Escolar apresentado à FEFISO, 2015.

VIEIRA, R. A. G.; NEIRA, M. G. Identidade docente no ensino superior de Educação Física: aspectos epistemológicos e substantivos da mercantilização educacional. Revista Movimento, Porto Alegre, v.22, n.3, 783-794, jul./set. de 2016.

VIERA, R. A. G. Identidades Docentes no Ensino Superior de Educação Física. Dissertação de Mestrado apresentada à Faculdade de Educação da USP, 2013.

VIERA, R. A. G. O Ensino de Lutas na Educação Física - Relações e Hibridizações entre campo Escolar e Não Escolar.

BORGES, C. C. O.; GURGEL, R. MELO, V. C. Currículos da Educação Física como dispositivos de poder e saber. Grupo de Discussão apresentado ao VI SEMEF/FEUSP 2016.

BORGES, C. C. O. Tematizando a luta olímpica nas aulas de Educação Física. Relato de prática apresentado ao VI SEMEF/FEUSP 2016.

JOAQUIM, M. de O. X. Maracatu: O som da Nação. Relato de prática apresentado no VI SEMEF/FEUSP 2016.

MELO, V. de C. Meu Jogo, minhas regras: um ensaio sobre a mercadorização do jogo pega-varetas e primeiros passos no currículo cultural. Relato de Prática apresentado ao VI SEMEF/FEUSP 2016.

SILVA JUNIOR, W. S. Lutas diversificadas para a diversidade da educação física escolar. Relato de Prática apresentado ao VI SEMEF/FEUSP 2016.